Produtos

Amamentação

Ingurgitamento fisiológico

Momento de leitura: 3 min.

Quando ocorre a descida do leite, entre o segundo e o sexto dia após o parto, ocorre o enchimento normal do peito e este torna-se pesado e inchado, mas sem dor. Quando a produção de leite aumenta rapidamente durante estes primeiros dias após o parto, e é produzido mais leite do que o bebé consegue extrair, pode ocorrer um inchaço doloroso, conhecido como ingurgitamento.

O ingurgitamento fisiológico inicial refere-se a mamas demasiado cheias, resultando em congestão linfática e vascular e em edema do tecido glandular mamário. O edema resulta de uma acumulação de leite, sangue e outros fluidos nas mamas. Pode ocorrer inchaço nas aréolas ou na periferia das mamas, ou em ambas, tornando-se as mamas muito duras e dolorosas, com a pele dos mamilos esticada e achatada. O ingurgitamento inicial não deve ser confundido com canais de leite bloqueados, embora a extração insuficiente do leite materno seja uma causa comum a ambas as condições. Sem tratamento, um ingurgitamento pode levar a dificuldades de posicionamento do bebé para agarrar a mama e a mastite.

O ingurgitamento pode ainda ocorrer, em base patológica, durante todo o período de amamentação. Entre as causas podem estar a utilização de um soutien demasiado apertado ou de um sling que não se ajuste de forma adequada e que pressione os canais de leite. Nesse caso, parte da mama torna-se sensível ao toque. O ingurgitamento por tratar pode levar a um decréscimo da produção de leite, a mastite e a abcessos mamários.


Sinais de ingurgitamento mamário fisiológico

O ingurgitamento inicial, geralmente, começa quando a produção de leite aumenta, depois da ativação secretória, dois a seis dias pós-parto. Normalmente, a mama apresenta-se inchada, dorida e sensível, com vermelhidão, pele brilhante e edema difuso. Os sintomas ocorrem, geralmente, a nível bilateral e são generalizados. Pode ocorrer um ligeiro aumento da temperatura corporal (< 38,4 ºC), mas, ao contrário da mastite, não se verificam sintomas sistémicos. 


Avaliação do ingurgitamento da mama

É necessário consultar um profissional em aleitamento. É importante realizar um exame das mamas, procurar sinais de vermelhidão, sensibilidade e assimetria para diagnosticar o ingurgitamento. 


Gestão

Pode-se implementar e monitorizar um plano de gestão junto de um consultor em aleitamento ou um profissional de saúde. O fundamental na gestão do ingurgitamento mamário é promover a extração frequente e eficaz do leite materno. Em conjunto com aconselhamento por parte de um profissional de saúde, as estratégias que podem ser implementadas incluem:

  • Amamentação frequente e eficaz ou extração de leite com início na primeira hora após o parto. As mães devem amamentar, pelo menos, 8-12 vezes por dia, com um intervalo entre amamentações não superior a três horas
  • Se a amamentação não for possível, recomenda-se a extração frequente com um extrator 8-12 vezes por dia
  • Aquecer a mama com compressas quentes antes de amamentar pode ajudar a estimular o fluxo de leite
  • Arrefecer a mama ingurgitada com compressas frias ou folhas de couve frias pode ajudar a aliviar a dor
  • Antes de posicionar o bebé para mamar, pode aplicar a técnica de pressão reversa de amolecimento. Esta técnica utiliza uma ligeira pressão/massagem positiva para tornar a região da aréola mais mole, tendo por objetivo deslocar temporariamente algum inchaço, para trás e para cima na direção do interior da mama, para melhorar o posicionamento do bebé ao agarrar a mama durante o ingurgitamento
  • Em caso de zonas sensíveis na mama, as mães devem posicionar o bebé durante a amamentação de forma a que o queixo do bebé aponte na direção da zona sensível
  • No seguimento de uma consulta com um profissional de saúde, pode recomendar-se o alívio da dor por meio de um agente anti-inflamatório para ajudar na ejeção do leite (subida do leite)
  • Se o bloqueio não desaparecer ao fim de 24-48 horas, ou se apresentar sintomas semelhantes aos da gripe ou de deterioração, a mãe deve consultar um médico porque canais de leite bloqueados podem levar a mastite 
  • Outras técnicas, tais como tratamentos termais mamários com ultrassom e massagem têm demonstrado que, em alguns casos, ajudam no alívio da dor

Resumos de artigos científicos

Reverse pressure softening: a simple tool to prepare areola for easier latching during engorgement

Successful breastfeeding requires efficient milk transfer through the nipple-areolar complex, which includes subareolar tissue. Subareolar tissue resistance increases during engorgement, when expanded circulation and excess ...

Cotterman KJ (2004)

J Hum Lact. 20(2):227-37

 

Maternal intravenous fluids and postpartum breast changes: a pilot observational study

The current breastfeeding initiation rate in Canada is approximately 87%. By one month, about 21% of women have stopped breastfeeding. Engorgement and edema in breast ...

Kujawa-Myles S, Noel-Weiss J, Dunn S, Peterson WE1, Cotterman KJ (2015)

Int Breastfeed J. 2;10:18

Referências

Amir, L.H. ABM Clinical Protocol #4: Mastitis, Revised March 2014. Breastfeed Med 9, 239-243 (2014).

Jacobs, A. et al. S3-Guidelines for the Treatment of Inflammatory Breast Disease during the Lactation Period: AWMF Guidelines, Registry No. 015/071 (short version) AWMF Leitlinien-Register Nr. 015/071 (Kurzfassung). Geburtshilfe Frauenheilkd. 73, 1202-1208 (2013).

American Academy of Pediatrics and The American College of Obstetricians and Gynecologists. Breastfeeding handbook for physicians 2006).

Lawrence, R.A. & Lawrence, R.M. Breastfeeding: a guide for the medical profession (Elsevier Mosby, Maryland Heights, MO, 2011).

Cotterman, K.J. Reverse pressure softening: a simple tool to prepare areola for easier latching during engorgement. J Hum Lact 20, 227-237 (2004).

Kujawa-Myles, S., Noel-Weiss, J., Dunn, S., Peterson, W.E. & Cotterman, K.J. Maternal intravenous fluids and postpartum breast changes: a pilot observational study. Int Breastfeed J 10, 18 (2015).

Mangesi L and Dowswell,T. Treatments for breast engorgement during lactation (Review). The Cochrane Library 9, (2010).

Artigos relacionados

Artigos que podem ser do seu interesse

Amamentação

Mastitis

Saiba mais
Amamentação

Amamentação do recém-nascido

Saiba mais
Amamentação

Motivos para canais de leite bloqueados

Saiba mais
Amamentação

Mastitis

Saiba mais
Amamentação

Amamentação do recém-nascido

Saiba mais
Amamentação

Motivos para canais de leite bloqueados

Saiba mais