Produtos

Benefícios do leite materno

Medicação durante a amamentação

Momento de leitura: 2 min.

A maioria dos medicamentos prescritos pode ser utilizada de forma segura pelas mães que amamentam. É sabido que a maioria dos medicamentos é transferida em certa medida para o leite. Porém, na maioria dos caso, isso acontece em níveis que não são nocivos para o bebé. No entanto, os médicos e farmacêuticos devem ser avisados de que uma mãe está a amamentar antes de lhe prescreverem um determinado medicamento.

Os medicamentos podem ser transferidos para o leite se atingirem concentrações elevadas no plasma da mãe, tiverem baixo peso molecular (<800 Da) ou baixa ligação às proteínas e passarem facilmente para o cérebro. Outros fatores, como a biodisponibilidade oral da medicação para o bebé, também são muito relevantes. Muitos medicamentos, por exemplo, podem ser destruídos no intestino do bebé ou ficam armazenados no fígado da mãe, podendo nunca chegar ao plasma da mãe.

Os medicamentos podem entrar no leite por difusão passiva a partir do compartimento do plasma materno e do compartimento do leite materno. Os medicamentos passam, geralmente, do plasma materno para os lactócitos, mas precisam de passar por ambas as membranas das bicamadas lipídicas dos lactócitos para chegarem até ao leite. No entanto, durante os primeiros três dias após o parto, podem ser abertas as uniões apertadas entre os lactócitos, permitindo uma maior transferência de medicamentos para o leite.

Medicamentos que inibem a produção de leite

A inibição da produção de leite relacionada com medicamentos pode ocorrer por inibição da secreção de prolactina a partir da hipófise, inibição da libertação de oxitocina e efeitos diretos sobre os lactócitos. Uma lista exaustiva de medicamentos e fármacos que podem inibir a produção de leite pode ser consultada em http://toxnet.nlm.nih.gov/newtoxnet/lactmed.htm

Orientações genéricas sobre a maioria dos medicamentos e fármacos durante a amamentação

  • Evite usar medicamentos, exceto se necessário, incluindo medicamentos à base de plantas.
  • A maioria dos medicamentos é adequada se a dose correspondente para o bebé for inferior a 10 por cento. No entanto, aconselha-se a consulta de um médico sobre esta questão.
  • Os medicamentos seguros durante a amamentação deveriam ter, geralmente, tempos de semivida curtos, ligação elevada às proteínas, baixa biodisponibilidade oral para o bebé e elevado peso molecular
  • Os profissionais médicos devem consultar uma base de dados atualizada sobre as interações medicamentosas que podem ocorrer durante o aleitamento antes de receitarem um novo medicamento às mães que amamentam.
Referências

Hale, T., Hartmann, P.E., editors. Hale and Hartmann's textbook of human lactation. Amarillo, Tx: Hale Publishing; 2007.

Hale T., and Rowe, H.E., Medications in Mother’s Milk. 16ed. Amarillo, Tx: Hale Publishing 2014.

Artigos relacionados

Artigos que podem ser do seu interesse

Benefícios do leite materno

Condições de risco que podem afetar a iniciação da amamentação

Saiba mais
Amamentação

Amamentação do recém-nascido

Saiba mais
Benefícios do leite materno

Benefícios do leite materno

Saiba mais
Benefícios do leite materno

Condições de risco que podem afetar a iniciação da amamentação

Saiba mais
Amamentação

Amamentação do recém-nascido

Saiba mais
Benefícios do leite materno

Benefícios do leite materno

Saiba mais